Categoria Construção a seco

porblogartesana

Nuvens Acústicas

As nuvens acústicas permitem que você resolva os desafios com o ruído e proporcionam uma absorção acústica local.

Além de poder brincar com as cores e formas, as nuvens também definem os espaços e melhoram a acústica em espaços com o entre-forro aberto, através da absorção do som local.

O painel curvo também pode ser usado como côncavo ou convexo. além de ter uma instalação rápida e fácil, é perfeito para utilizar em reformas.

Seu acabamento economiza energia e reflete um alto nível de lu

porblogartesana

Você sabe o que significa cada cor de Drywall?

Há três tipos de chapas, que se diferenciam pelo tom da cobertura de papel-cartão. A face branca deve sempre voltar-se para o lado do acabamento:

 

 

Verde (RU): Com silicone e aditivos fungicidas misturados ao gesso, permite a aplicação em áreas úmidas como banheiro, cozinha e lavanderia.

Rosa (RF): Resiste mais ao fogo por causa da presença de fibra de vidro na fórmula. Por isso, vai bem ao redor de lareiras e na bancada do cooktop.

Branco (ST): É a variedade mais básica (Standard), amplamente empregada em forros e paredes de ambientes secos.

 

 

porblogartesana

Moldura de poliestireno

Agora a Artesana Divisórias e Forros também tem molduras de poliestireno para a sua casa!

 

Para quem procura uma moldura de gesso, a moldura de poliestireno de alta densidade pode ser uma boa opção por se tratar de um produto leve, resistente à queda e à água e fácil de transportar.

Com a moldura de poliestireno você mesmo pode aplicar em sua casa, e ganhar tempo por se tratar de um produto rápido na sua instalação. A moldura pode ser pintado com qualquer tinta sem solvente e não requer qualquer manutenção depois de aplicado.

Gesso X  Poliestireno

O gesso não é recomendado ser aplicado em áreas úmidas como banheiros, ou paredes com infiltrações e umidade, pois sofre com o mofo, descasca e pode até mesmo cair. Já a moldura de poliestireno pode ser aplicada tanto em áreas secas quanto em áreas com umidade, pois não absorve a umidade e não mofa por ser resistente a fungos e bactérias, não descasca e não cai neste ambiente, além de poder também economizar com gastos de manutenção e repintura do local.

 

 

Para instalar moldura de poliestireno ou sanca em sua casa, você irá precisar de:

Veja o passo a passo da instalação:

Montagem da Moldura de Poliestireno

Montagem da Moldura de Poliestireno

Se você tem interesse em fazer a instalação mas ainda tem dúvidas e quer fazer perguntas sobre este material, entre em contato conosco através do telefone: (11) 2066-7447 ou através do chat online pelo site: www.artesana.com.br

 

 

 

porblogartesana

Placa Cimentícia – Tratamento de Juntas em Ângulos Internos

Tratamento de Juntas em Ângulos Internos

 

Execução das juntas

  • Aplique o Primer na região da junta (aproximadamente 15cm de cada lado, a partir do eixo da junta). Aguarde a secagem por 4 horas;
  • No encontro das placas em ângulos internos, aplique a massa para junta com espátula nos dois lados, com aproximadamente 5cm de largura para cada lado;
  • Coloque a fita de 5cm de largura centralizada no ângulo e pressionada sobre a massa;
  • Aplique uma nova camada de massa com 10cm de largura para cada lado, cobrindo a fita;
  • Com o auxílio de uma espátula ou desempenadeira, fixe a fita de 10cm sobre a massa. A fita deve estar completamente esticada;
  • Aplique a terceira camada de massa para junta (15 para cada lado), cobrindo toda a fita de 10cm. Aguarde a secagem por 24horas;
  • Em condições extremas de calor, podem aparecer pequenas fissutas de retração na superfície. Nesses casos, aplique mais uma fina camada de massa para junta para correção e aguarde 24 horas;
  • Finalize o tratamento da junta com a aplicação de Massa para acabamento, com uma largura de 20cm para cada lado. Aguarde a secagem completa de aproximadamente 24 horas.

 

porblogartesana

QUAL É O MELHOR TIPO DE FORRO?

Escolher o forro ideal para o local que você vai construir ou reformar depende de vários fatores, tais como:

  • Valor do m².
  • Mão de obra: alguns materiais exigem mão de obra especializada e, consequentemente, mais cara.
  • Conforto: em muitos ambientes o conforto termo-acústico é fundamental.
  • Manutenção e durabilidade: forros naturais geralmente exigem muito mais com manutenção porque são mais sensíveis à umidade (mofo) e à pragas naturais como o cupim. Por esse mesmo motivo eles também duram menos.
  • Estética: o resultado visual do seu forro também é muito importante, especialmente em ambientes comerciais temáticos.

 

Depois de considerar um a um esses aspectos, não é tão difícil escolher o material mais adequado para sua obra.  Seguem então as características dos nove principais tipos de forro para ajudar você nessa importante decisão:

 

Forro de gesso

Forros confeccionados com placas de gesso de diversos tipos, gesso comum, gesso especial, pode receber diversos tipos de acabamento.

O acabamento do forro acartonado, pode ser efetuado de diversas formas, receber pintura, revestimento de fórmica, dependendo da umidade do local.

Forros feitos em gesso comum ou estrutural têm alta resistência e beleza com isolamento térmico e acústico.

 

Forro de isopor

Poliestireno expandido, são placas de isopor com aplicação de massa acrílica – material impermeável na cor branca – que apresentam bom acabamento, proporcionando economia pela diminuição de consumo de energia do ar-condicionado,  permitindo instalar aparelhos de menor potência. Os forros de isopor, oferecem economia, perfeição e segurança.

 

 Forro mineral

O forro de fibra mineral apresenta um desempenho superior em tratamento acústico, resistência ao fogo e resistência à umidade, retardando ou até inibindo o desenvolvimento de mofo e fungos. O forro mineral é indicado para ambientes comerciais em geral. É modulado e removível, diferenciando-se dos sistemas comuns, pois apresenta flexibilidade e diversos tipos de acabamento com variadas texturas.

 

Forro de PVC

O PVC (cloreto de polivinila) é um material plástico que se obtém a partir de duas matérias primas naturais: o petróleo (43%) e o sal (57%). Isto faz do PVC um dos materiais mais econômicos em termos de uso de recursos não renováveis. É também o plástico mais estudado a nível mundial e é totalmente reciclável.

Diferentemente de outros tipos de forro, o PVC é inócuo, durável, não propagador de chama, isolador térmico, elétrico e acústico, resistente ao ataques, intempérie, corrosão, além de ser extremamente leve.

 

 Forro de lã de rocha

São painéis em lã de rocha basáltica de alta densidade, rígidos revestidos em sua face visível com um filme de PVC texturizado e autoextinguível. Devido à sua alta resistência térmica, auxilia na conservação de temperaturas em ambientes climatizados e proporciona conforto térmico em condições naturais. Apresenta valores de reflexão de luz da ordem de 79% e resistência ao fogo.

 

Forro de lã de vidro

O forro de lã de vidro é o isolante termo-acústico mais comum usado na construção civil, pois colabora com o conforto térmico e acústico dos prédios comerciais e residenciais. Esse forro é produzido em forno alto, à partir de sílica e sódio, aglomerados de resinas sintéticas, desenvolvidas para melhorar o isolamento termo acústico. As placas são removíveis, permitindo o acesso a sobre o forro.

 

Para escolher o seu forro, acesse: www.artesana.com.br ou clique aqui.