Categoria Construção a seco

porblogartesana

Tudo sobre Placa de Drywall: Quanto Custa, Tamanho, Onde Comprar e Como Usar

Quando o assunto é placa de drywall para instalação de forros e divisórias nós somos especialistas! Com mais de 35 anos de experiência no mercado, nós acumulamos conhecimento sobre a escolha de materiais, os procedimentos da obra e as melhores práticas.

Por isso, hoje vamos compartilhar com você tudo sobre placa de drywall! Saiba quanto custa, quais os tamanhos disponíveis, onde comprar e como usar a placa drywall no seu projeto.

Quanto custa uma placa de drywall?

Uma das principais dúvidas de quem deseja utilizar o drywall na obra é o preço. Pois, antes de escolher qual material usar, é importante pensar no orçamento disponível para aquele projeto.

Se quiser saber quanto custa uma placa de drywall e comparar suas opções, lembre-se de considerar o tamanho de cada chapa e a área onde será aplicada. 

Além disso, o drywall é uma opção com mais facilidade na instalação e um valor acessível de mão de obra. Quando falamos em divisórias de drywall, por exemplo, podem ser uma opção mais viável do que construir paredes de alvenaria ou utilizar divisórias de vidro.

Na Artesana, por exemplo, você encontra diversas opções de chapas de gesso drywall entre R$32 e R$70 reais, além de outros tipos de divisórias

De qualquer forma, ao tomar essas decisões importantes no seu projeto, leve em conta as características além do preço da placa de drywall, como o valor da mão de obra especializada, a qualidade do material e o prazo para realização do serviço.

Placa de drywall: medidas

Uma das dicas que sempre compartilhamos é: antes de comprar as placas para forro ou divisória, é preciso calcular a área onde serão aplicadas em relação às medidas de cada uma.

Então, você precisa saber qual a medida da placa de drywall para fazer esse cálculo. No mercado existem diversos tamanhos, como 1,2×1,8 m, assim como placas com 2,4 metros de altura. Já a espessura padrão para uma chapa de gesso drywall é de 12,5mm.

Além disso, existem diversos tipos de placa:

  • Drywall Standart: para áreas secas;
  • Placa Verde: para áreas úmidas;
  • Drywall Rosa: mais resistente ao fogo e calor.

Como usar placas de drywall

Agora que você já sabe quanto custa uma placa de drywall e compreende sobre as diferenças nas medidas, o próximo passo é saber como utilizar esse material.

As placas também são popularmente conhecidas como chapa de gesso drywall. São produzidas a partir de gipsita natural e cartão duplex, mas devido à variedade de placas disponíveis no mercado, podem apresentar diferenças na composição.

A placa drywall para forro serve para espaços onde é preciso dar um acabamento ao teto. O forro de gesso drywall é uma opção muito versátil, pois permite esconder fiação e criar novos pontos elétricos de spots e luminárias embutidas.

exemplo de luminária embutida em placa de drywall

Além disso, outra forma de usar a placa de drywall é criando paredes e divisórias. Essa é uma excelente solução para projetos residenciais e comerciais, escritórios e outros espaços.

Por que escolher chapa de drywall?

As principais vantagens desse material são:

  1. A flexibilidade no layout;
  2. Agilidade e produtividade na construção;
  3. Menos desperdício; 
  4. Manutenção mais simples e rápida!

Onde comprar placas de drywall?

Ao conhecer todos os benefícios da construção civil com placas de drywall, seu próximo passo é descobrir onde comprar as chapas.

Esse tipo de material está disponível em diversas lojas de material de construção. No entanto, a Artesana desenvolveu uma solução ainda melhor para atender os clientes por todo país.

Além das nossas 5 lojas físicas, a Artesana tem uma loja oline que é o melhor lugar para comprar placa de drywall, assim como outros produtos para criação de forros e divisórias.
Conheça a loja Artesana e descubra as vantagens de comprar online!

porblogartesana

Inspirações de Forro de Gesso Para Sala, Quarto, Cozinha e Mais

O forro de gesso é um tipo de acabamento com excelentes custo-benefício para sua obra! Além de possibilitar diversas decorações diferentes, o forro de gesso ajuda a esconder a fiação para iluminação de spots, lustres e luminárias de teto.

Se quiser, saiba mais como calcular orçamento para forro de gesso e entenda as vantagens dessa escolha!

Aqui você pode se inspirar com diversas formas de aplicar forro de gesso para sala, quarto, cozinha e outros ambientes.

Forro de gesso para sala

Seja na sala de estar ou de jantar, o forro de gesso pode trazer um acabamento especial no teto ou proporcionar mais liberdade na iluminação.

Ao escolher o forro de gesso para sala, é importante considerar a iluminação do ambiente. Para deixar a sala mais acolhedora, você pode apostar em luz indireta e descentralizada. Além da sanca de gesso com iluminação embutida, outra opção é utilizar os spots de luz mais próximos às paredes.

Veja alguns exemplos de como o forro de gesso para sala pode valorizar o ambiente.

Forro de gesso para quarto

No quarto, a instalação de forro de gesso também traz novas possibilidades. Valorize a profundidade do cômodo com um modelo de sanca de gesso, ou trabalhe novos pontos de iluminação.

Assim como na sala, o forro de gesso para quarto é uma ótima estratégia para trazer uma iluminação suave e aconchegante. Por trás do forro, é possível caminhar com os pontos de iluminação para spots e luminárias embutidas, assim como outros tipos de lustre e pendente.

Inspire-se para criar um projeto que valorize o espaço do seu quarto, deixando o ambiente muito mais confortável.

Forro de gesso para cozinha

Na cozinha, a iluminação tem um papel importante. Pois para cozinhar e realizar as atividades do dia a dia, você pode precisar de luz com uma boa intensidade e direcionada para o espaço de bancada, fogão ou ilha.

Por isso, o forro de gesso para cozinha é o que permite colocar alternativas versáteis na sua cozinha. Além disso, o forro de gesso é leve e mais rápido de instalar, por isso garante um bom custo-benefício, essencial na reforma de uma cozinha.

Descubra como é possível valorizar sua cozinha com a instalação de forro de gesso.

forro de gesso para cozinha
cozinha com sanca de gesso

Forro de gesso com sanca

A sanca de gesso é uma moldura que vai ao redor do forro, trazendo diferentes alturas para o projeto. Existem 3 tipos de sanca para forro de gesso, e vamos mostrar exemplos de cada uma delas para te inspirar!

Sanca fechada

A sanca de gesso fechada é o tipo mais tradicional, que consiste na instalação de uma moldura ao redor do cômodo com altura diferente do teto. Com a sanca fechada, não é possível fazer iluminação indireta. Mas ela permite colocar spots e luminárias embutidas, criando um efeito especial de luz.

sanca fechada de gesso

Sanca de gesso aberta

Com a sanca aberta é possível fazer efeito de luz indireta. Essa iluminação pode ser instalada com lâmpadas fluorescentes, mangueiras ou fitas de LED. Assim, o ambiente fica mais moderno, aconchegante e interessante, pois esse tipo de instalação valoriza ainda mais o espaço.

sanca de gesso aberta

Sanca invertida

Geralmente, a sanca fica em uma altura mais baixa do forro, sendo colocada ao redor do cômodo. Já a sanca invertida é um rebaixo no centro do cômodo, deixando a iluminação indireta direcionada para a parede, e criando uma sensação de que o teto está flutuando.

sanca de gesso invertida

Agora que você já tem algumas ideias de como instalar forro de gesso na sua sala, quarto ou cozinha, é hora de dar o próximo passo.

Saiba como escolher fornecedores confiáveis para sua obra, de acordo com as regras de segurança e um preço justo. Além disso, vale a pena conhecer as vantagens de comprar material para sua obra na loja online da Artesana! 

Saiba mais pelo site: https://www.artesana.com.br/.

porblogartesana

Escolha Fornecedores Confiáveis Para Sua Obra: Conheça o PBQP-H

Quando o assunto é construção civil, a segurança na obra e qualidade dos materiais é muito importante. Essa preocupação existe para manter seguras as pessoas que trabalham no local que está sendo construído e para todos que vão usufruir do espaço depois de pronto.

Por isso, existe o PBQP-H, o Programa Brasileiro da Qualidade e Produtividade do Habitat. Nessa iniciativa, as empresas e fornecedores da construção civil são incentivados a entregar seus produtos e serviços com qualidade.

Dessa forma, além de desenvolver as empresas nesse mercado, os clientes podem obter cada vez mais entregas com excelência e segurança.

regulamento e norma de drywal pelo pbqp

O que é o programa?

O foco do PBQP Habitat é garantir dois pontos fundamentais para o setor de construção civil:

  • A qualidade, segurança e durabilidade das obras;
  • A produtividade do setor pela sua modernização.

A ideia é engajar todos os segmentos da cadeia produtiva, unindo forças em prol de soluções com maior qualidade e menor custo.

Sistemas para desenvolvimento do PBQP-H

Para que os ideais do PBQP sejam cumpridos, uma série de ações foram desenvolvidas, como os três sistemas de adesão voluntária por parte das empresas de construção civil.

  • SiAC – Sistema de Avaliação da Conformidade de Empresas de Serviços e Obras da Construção Civil: que garante a certificação de sistemas de gestão da qualidade de construtoras;
  • SiMaC – Sistema de Qualificação de Empresas de Materiais, Componentes e Sistemas Construtivos: que monitora a conformidade dos processos de fabricação, importação e distribuição dos materiais e sistemas construtivos;
  • SiNAT – Sistema Nacional de Avaliação Técnica de Produtos Inovadores e Sistemas Convencionais: que avalia a inovação tecnológica em sistemas convenciais do setor.

Através desses sistemas, as empresas relacionadas à construção civil podem aderir e fazer parte desse desenvolvimento conjunto.

Além disso, empresas certificadas demonstram sua responsabilidade com a entrega aos clientes e ganham credibilidade. Isso é um sinal importante na hora de escolher uma empresa para trabalhar em sua obra e para comprar os materiais.

SiMaC – Qualifica os Materiais e Componentes

Esse sistema foi criado para combater a não conformidade com padrões de fabricação, importação e distribuição de produtos.

Ele se aplica aos materiais, componentes e sistemas construtivos em que são exigidos cumprimentos das normas técnicas brasileiras segundo a ABNT.

Por isso, as empresas que quiserem passar por esse sistema, precisam produzir ou comercializar produtos que seguem as normas. 

As vantagens desse programa está na contribuição com a credibilidade das empresas que investem em uma produção conforme, na disponibilidade de produtos normatizados para construtoras ou para o consumidor final.

Saiba mais sobre as principais normas de drywall e produtos normatizados.

SiNAT- Avalia a inovação em produtos e sistemas

Qualquer empresa construtora ou fabricante de materiais pode contribuir com o mercado ao desenvolver uma nova tecnologia. Porém, essa solução inovadora pode ainda não ter uma norma ABNT que avalie sua conformidade.

Para esses casos existe o SiNAT, que avalia e testa a conformidade das inovações tecnológicas do setor.

pbqp h construção civil

Qual a importância de conhecer esse programa?

Seja você um consumidor, fabricante, prestador de serviço ou distribuidor, é importante conhecer o PBQP e as normas de drywall. Só assim você entenderá se os produtos ou empresas com as quais você trabalha podem atestar a segurança e qualidade dos materiais.

Nós da Artesana prezamos por comercializar apenas produtos que atendem aos requisitos de conformidade e sempre com nota fiscal. Esse é um dos requisitos que cumprimos para garantir uma entrega de alta qualidade para nossos clientes.

Portanto, antes de escolher onde comprar ou quem contratar, consulte sua conformidade com os padrões técnicos.

porblogartesana

Como Calcular Quanto Custa Colocar Forro de Gesso Na Obra

O forro de gesso drywall é uma solução excelente para estabelecimentos comerciais, escritórios e residências. As principais vantagens são o custo-benefício, a rapidez na instalação e manutenção barata.

No entanto, quem vai começar uma obra precisa entender como calcular forro de gesso. Dessa forma fica mais fácil solicitar orçamentos e avaliar cada um deles para escolher a melhor opção.

Para te ajudar a descobrir quanto custa colocar forro de gesso e drywall na sua obra, preparamos esse guia completo. Aqui você tem as informações mais importantes sobre esse serviço.

calcular quanto custa forro de gesso

Fatores que interferem no orçamento:

Para compreender melhor o valor de um orçamento para forro de gesso, é interessante conhecer o que compõe o preço total do serviço.

Metragem da área aplicada

É a quantidade em metros quadrados da área que deve ser coberta com o forro drywall. Afinal, quanto maior a área, maior será o custo dessa obra.

Como calcular a metragem do teto:

Para fazer esse cálculo, basta multiplicar a largura total do teto pelo comprimento do mesmo. Assim você obterá o valor em metros quadrados, quando o teto é em um formato retangular ou quadrado. Em casos onde o teto não é completamente reto ou tem um formato diferente, outros cálculos deverão ser aplicados.

Mão de Obra

Esse é o valor pago pelo serviço dos profissionais que farão a instalação do forro. Esse valor varia bastante dependendo da localização, do tipo de obra e do acabamento que será aplicado. Porém, costuma representar entre 40% a 60% do total do orçamento.

Materiais

Depois de calcular a metragem do espaço da obra, é importante calcular a quantidade de material que será necessário. Além das placas ou chapas que serão usadas, deve ser colocado na conta os materiais de aplicação, fitas, rejuntes, parafusos e ferragens.

Acabamentos

Além de instalar o forro de gesso, sua obra pode precisar de um acabamento específico, como pintura ou texturização. Portanto, o custo da mão de obra e dos materiais também deve contabilizar o acabamento.

Como calcular a quantidade de chapas de gesso?

Para o orçamento de forro em placas ou chapas de gesso, é preciso saber quantas unidades serão necessárias para cobrir a área do teto.

Para isso você deve obter a metragem total do teto e dividir pela metragem de cada chapa utilizada. Esse cálculo também pode ser feito dividindo a largura total do teto pela largura de cada peça, e o mesmo feito com o comprimento. Após saber a quantidade de placas para a largura e para comprimento, basta multiplicar um valor pelo outro.
Por exemplo, se precisa de 5 placas para a largura do teto e de 7 para o comprimento, você vai precisar de 35 placas de gesso. Para facilitar isso, muitas lojas de materiais de gesso disponibilizam uma calculadora para facilitar esse processo.

instalação da placa de gesso

Dicas para escolher a melhor mão de obra

Em relação à mão de obra, é muito importante contratar profissionais de confiança. Nem sempre o custo mais barato traz o melhor resultado para sua obra. Por isso antes de contratar, siga as recomendações principais:

  • Veja o portfolio do profissional em fotos;
  • Consulte a experiência do profissional;
  • Consulte referências de quem já trabalhou com o profissional;
  • Converse pessoalmente para alinhar expectativas, valores e prazos.

Ao conhecer melhor cada profissional, você poderá avaliar os orçamentos além do preço, considerando a qualidade do serviço.

Onde comprar chapas e materiais para forro de gesso?

Esse tipo de produto está disponível em lojas de materiais para construção ou lojas especializadas. E agora que você já sabe como calcular forro de gesso, pode começar ser orçamento pesquisando por preços em lojas online.

As lojas online como a Artesana oferecem maior praticidade para escolher os produtos, conhecer suas características e calcular o quando custam os materiais para forro de gesso.

Aproveite essa praticidade e visite nosso site para começar seu planejamento de obra!

porblogartesana

Como Colocar Forro de Gesso: Passo a Passo + Dicas De Acabamento

O forro com chapa de gesso é uma opção prática e charmosa para aplicar na obra. Com um valor muito mais acessível do que outros acabamentos e revestimentos, ele tem ganhado o espaço dos tetos de alvenaria na construção civil.

Vale também ressaltar que, além de visualmente bonito, o teto com forro de gesso oferece diversos benefícios, entre eles: fácil instalação, valorização da decoração, ganho de espaço útil, manutenção simples e barata, simetria e linearidade para os ambientes.

E é por conta da sua versatilidade, que o material pode ser utilizado de diversas maneiras em uma obra residencial. Especialmente a placa de gesso, que tem um excelente custo benefício. Entretanto, com tantas opções disponíveis no mercado, é normal ter dúvidas na hora de escolher a melhor opção para você, não é mesmo?

Por isso, nós preparamos um guia completo com as principais dicas de como instalar forro de gesso. Além disso, neste artigo você também encontra o passo a passo para realizar uma aplicação rápida e segura.

Forro de Gesso

O forro de gesso é um tipo de acabamento para teto e paredes. Seu uso é feito através de chapas de gesso, também procuradas como placa de gesso. A vantagem principal é que o seu valor é mais acessível, com diversos acabamentos e podem trazer efeitos decorativos ao ambiente. Além disso, pelo fato da chapa de gesso ser revestida com papel acartonado, podem oferecer maior isolamento acústico e do controle de temperatura.

Outra vantagem da instalação das placas de gesso que podemos destacar, é a possibilidade de esconder fios, vigas e dutos no teto. Com isso, é possível criar projetos de iluminação ainda mais interessantes e escondendo a passagem de tubulação de ar, ventilação e outros tipos de infraestrutura.

Como colocar forro de gesso em 4 passos

1. Marcação

A primeira etapa da instalação de forro de gesso é a marcação.

Essa fase consiste em determinar o nível do forro nas paredes do ambiente e também onde serão instaladas as cantoneiras ou tabicas. Para isso, você pode precisar de nível comum ou nível a laser.

Em seguida, com um cordão de marcação, são marcados na laje os pontos para fixação dos tirantes, assim como a distância de fixação e a modulação de perfis.

2. Estruturação

Na etapa de estruturação, os tirantes são fixados para colocar os suportes niveladores.

Depois, é preciso posicionar os perfis perimetrais nas linhas de marcação, conferindo sempre o nível do teto. Os perfis podem ser fixados nas paredes com bucha e parafuso, pino de aço ou prego de aço.

Dessa forma, as placas de gesso serão colocadas no sentido perpendicular à estrutura.

3. Fixação das chapas

Como mencionamos na etapa anterior, depois que toda estrutura é montada, é hora de fixar as chapas do forro de gesso!

As placas de forro são parafusadas na estrutura, sempre com muito cuidado e atenção às normas drywall, para garantir a segurança e durabilidade na obra.

4. Acabamento

Por fim, é hora de realizar o acabamento. Nessa etapa, os parafusos e juntas são cobertos com massa e fita, para ficar tudo pronto para receber a pintura. 

O forro de gesso pode ser pintado com diversos tipos de tintas e cores, de acordo com o projeto de design de interiores para aquele ambiente.

É importante lembrar que os locais onde serão instalados os itens de iluminação também são marcados e protegidos. 

Agora que você já sabe como instalar forro de gesso, é o momento de definir os próximos passos. Entre os acabamentos, as sancas e rebaixos podem ajudar a distribuir melhor os pontos de iluminação previstos no projeto.

Portanto, vamos apresentar alguns tipos de acabamentos que podem ser utilizados depois de instalar o forro de gesso.

Acabamentos para Forro de Gesso

Na hora de escolher o tipo de acabamento para o forro de gesso, existem inúmeras opções de acabamentos e projetos de iluminação.

De acordo com o tipo  de iluminação desejada e o design do ambiente, você pode optar por uma dessas opções.

Sanca

como instalar sanca de gesso

A sanca funciona como uma moldura ao redor do ambiente. Essa moldura um pouco mais baixa que o restante do forro é uma estratégia para definir mais pontos de iluminação.

Além disso, com os spots de luz mais próximos à parede, novos efeitos são criados para valorizar o ambiente.

Tabica

O acabamento de gesso tabica representa um efeito como se o forro estivesse suspenso do teto, por causa do espaço entre o forro e a parede. Veja como fica uma tabica de gesso:

tabica de gesso

Por isso, ao olharmos para este tipo de acabamento, temos a sensação de que o gesso está suspenso. Esta impressão ocorre por conta do recuo que existe entre a parede e o gesso. Legal, né?

Rebaixo

E, por fim, também muito utilizado nas residências, o gesso rebaixo é um acabamento com foco nas correções de imperfeições advindas da construção e que podem afetar a estética do ambiente.

Essa condição ocorre normalmente quando vigas aparecem, assim como problemas na laje e trilhos dos sistemas de cortinas.

Para além das correções, o gesso rebaixo é uma tendência de mercado. Além de elegante e com uma estética moderna, a sua instalação garante conforto acústico e térmico do ambiente, pois barra barulhos externos. Por isso, vale a pena entender como colocar forro de gesso e aplicar essa tendência na sua obra!

Se você tem interesse em fazer a instalação, mas ainda tem dúvidas e quer fazer perguntas sobre este material, entre em contato conosco através do telefone: (11) 2066-7447 ou através do chat online pelo site: www.artesana.com.br.

exemplo de como instalar forro de gesso